Você acredita na lei de causa e efeito? Física Clássica e Física Quântica, duas maneiras diferentes de explicar o mesmo Universo.

22/10/2015 18:26

 

 

Desde de criança que eu ouço falar a “nossa vida é um resultado da lei de causa e efeito”. A minha interpretação da lei de causa e efeito é a seguinte: “Você colhe aquilo que planta”.  Posso dizer que a maioria das minhas escolhas, nos mais diversos aspectos da minha vida, giram em torno desta interpretação da lei de causa e efeito. Mas, embora acredite nessa lei, por diversas vezes eu senti que estava plantando uma coisa e colhendo outra.

Outro dia assistindo ao filme QUEM SOMOS NÓS? UMA NOVA EVOLUÇÃO, descobri que havia uma falha na minha interpretação da “lei de causa e efeito”.

Segundo o vídeo, um mesmo evento, pode  ter análises diferentes de acordo com os critérios que foram utilizados durante a observação. Ex.:

Alguém segura uma maçã, abre a mão e a maçã cai  no chão.

Do ponto de  vista da física clássica pode-se dizer que:

A maçã caiu no chão, porque você abriu a mão.

Do ponto de vista da física quântica existem várias possibilidades e uma delas, seria até mesmo dizer que, por algum motivo, foi o chão que fez com que a sua mão se abrisse.

Pesquisando um pouco, descobri que a minha interpretação da lei de causa e efeito, na maioria das vezes, está mais para a lei de ação e reação.

O princípio da lei de Ação e Reação diz que a qualquer ação se opõe uma ação igual, ou ainda, as ações mútuas de dois corpos são sempre iguais e se exercem em sentidos opostos. Aplicado ao pé da letra, na vida prática poderíamos ter o seguinte exemplo: se uma pessoa te feriu, ela deverá ser, por você, ferida da mesma forma e com a mesma intensidade.

A semelhança entre essas leis se baseia no fundamento de que para cada ação, existirá uma reação; e para cada causa, tem-se um efeito.

A diferença entre a lei de ação e reação e a lei de causa e efeito que tentaram me ensinar desde criança, é quase a mesma que existe entre as leis da física clássica e as leis da física quântica.

A Lei da Ação e Reação é uma das leis da física clássica, que se aplica ao mundo da matéria, a tudo que é maior que um átomo, que se pode ver a olho nu.

Embora a Física Clássica possa explicar o mundo visível, ela não se aplica ao universo “das coisas” menores que um átomo,  ou seja, todo o universo invisível que existe ao nosso redor , por isso, os cientistas tiveram que admitir que era necessário outras leis para lidar com essa realidade e foi assim que surgiu a Física Quântica.

Enquanto que na física clássica acontecimentos determinados devem gerar resultados esperados, na física quântica os fenômenos podem ser previstos, mas com possibilidade de acerto ou erro.

De acordo com a física quântica todas as possibilidades estão acontecendo simultâneamente, porém quando focamos a nossa atenção para a realidade, apenas uma possibilidade é concebida como real.

Porque um assunto tão complexo, para uma pessoa de humanas como eu, chamou tanto a minha atenção?

Digamos que eu comecei a pensar que a minha falta de conhecimento sobre física, estava colaborando para criar uma percepção limitada, em relação a observação dos resultados que ando criando em minha vida.

E se eu, por falta de conhecimento ou displicência, estivesse cometendo o mesmo engano que a ciência cometeu há anos, quando só observava os fenômenos, considerando apenas o que podia ser observado a olho nu.

Quem é que nunca teve um projeto que, aparentemente, “ tinha tudo pra dar certo” e deu errado.

Quem é que nunca passou por uma situação que aparentemente “tinha tudo para dar errado” e deu certo.

Penso que assim como na física existem leis que se aplicam ao  visível, diferentes das que explicam o invisível, o mesmo se dá na nossa vida.

Quem sabe deveríamos dedicar mais tempo a estudar tanto a matéria, quanto a energia que envolve a natureza dos acontecimentos no nosso dia a dia. A ideia não é buscar conceitos religiosos para explicar o invisível, mas sim propor uma observação mais apurada dos aspectos invisíveis da nossa realidade (pensamentos, crenças, conhecimentos, sentimentos, emoções e energias), avaliando e analisando diariamente suas propriedades (como funcionam) e consequências.

 

Para refletir

E se o medo, a culpa, o ego exacerbado, a baixa autoestima e outros aspectos emocionais negativos (não visíveis), da natureza humana, realmente funcionarem como variáveis que possam gerar possibilidades indesejadas, na relação de ação e reação x causa e efeito; 

E se no aspecto invisível da natureza humana, assim como na física quântica, o observador (com o seu conhecimento, energia e vibração ), puder mudar o evento.

Será que atraímos os eventos em nossas vidas?

Será que somos atraídos pelos eventos?

Ou será que as duas opções são possíveis?

 

Um caso para contar

Certa vez, em uma ocasião em que estava com as minhas finanças abaladas, passei em frente ao aeroporto de congonhas e senti um cheiro forte “da poltrona do avião”. Se me pedissem para descrever o cheiro eu não saberia, mas na ocasião, a minha percepção olfativa reconheceu aquela  impressão, como sendo o cheiro de poltrona do avião. No momento em que esta sensação ocorreu, eu também senti um forte desejo de “andar de avião”, mas aparentemente não havia condições financeiras para que este desejo se realizasse.

O fato é que naquele mesmo dia quando cheguei em casa, fui contatada por uma empresa que me propôs ministrar um treinamento de vendas no Rio de Janeiro, o que resultou no recebimento de uma boa quantia financeira e por conta do trabalho, a desejada viagem de avião.

A pergunta que não quer calar: O forte desejo atraiu a viagem de avião, ou a sensação de desejo, era uma evidência daquilo que já estava programado para acontecer ?

Sei que pode parecer  “ muito cabeça” refletir sobre estas questões mas, uma vez que somos matéria e energia, por mais resistência que o mundo possa oferecer, um dia conheceremos o que está por trás de todos os aspectos invisíveis da realidade.

A história tem mostrado que, ser inspirado a fazer novas descobertas, faz parte do processo da evolução humana. Conhecer e entender as leis que estão por trás do aspecto invisível, da natureza humana, é só uma questão de tempo.


 

Um abraço,

Cristina Alves

 

Veja na próxima publicação (05/11/2015):

Mudar a Realidade. Será que isto é possível?

 

 

Tópico: Você acredita na lei de causa e efeito? Física Clássica e Física Quântica, duas maneiras diferentes de explicar o mesmo Universo.

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

Newsletter

GOSTARIA DE RECEBER GRATUITAMENTE NOVOS POSTS? DEIXE SEU E-MAIL LOGO ABAIXO


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!